01 setembro 2011

Era!

Parcas palavras,

emitidas na frieza do "favor".
Onde àquele sentimento?
Dentre os fantasmas que sempre vejo,
circula você agora, em dor.
Triste fim daquele amor.