17 maio 2010

Pochete ainda é o anticoncepcional mais eficaz, diz OMS.

Uma pesquisa da Organização Mundial da Saúde divulgada nesta sexta-feira indica que a pochete ainda é o anticoncepcional mais eficaz dentre os disponíveis no mercado. "Nenhum outro medicamento ou técnica contraceptiva chega perto do grau de funcionalidade desse simples artigo da vestuária masculina", escreveu o dr. Wilson M. Fannypack, responsável pela pesquisa.

Segundo o texto, homens que usam pochete tem entre 0,1% e 0,5% de chances de engravidar uma mulher -- ou seja, a eficácia da pochete pode chegar a 99,5%. O anticoncepcional em forma de medicamento mais popular não chega a 98% de eficácia.

"É uma vitória para a gente", diz o taxista Milton de Souza, que, apesar de ser alvo de brincadeiras de colegas, começou a usar pochete em 1981 e nunca mais parou. "Antes eu usava aquela carteira capanga debaixo do braço, mas não era a mesma coisa". O trabalhador informal Francisco Maurício Pereira, que ganha a vida consertando fogões e trocando gás de geladeiras, é outro que não larga de sua pochete. "A gente tem amigos que fizeram vasectomia e continuam tendo filhos. Só a pochete é garantia de que não vou levar nenhuma mulher para a cama".

Outros anticoncepcionais listados foram o Facebook e o Orkut. Segundo dr. Fannypack, casais que estão em redes sociais brigam cerca de 1 200% a mais que os grupos de controle. "Um simples 'Fulana curtiu isso' pode levar a duas semanas de jejum sexual", diz dr. Fannypack. O Twitter também foi citado, mas por outras razões. "Muitas pessoas ficam no Twitter o dia inteiro e esquecem de praticar o intercurso sexual".


Vi primeiro aqui, depois aqui.