24 abril 2010

Xiiiiii!!!

O prisioneiro escapa do presídio, após 15 anos enclausurado.
Durante a fuga, arromba e entra em uma casa e dá de cara com um jovem casal deitado na cama.
Puxa o cara, o amarra numa poltrona e depois amarra a mulher de bruços na cama.
O marido vê o bandido deitar-se sobre ela, beijar-lhe a nuca e logo depois levantar-se e ir ao banheiro.
Enquanto ele estava lá, o marido diz à ela:

- Amor, ouça, esse cara é um prisioneiro, olhe suas roupas! Ele provavelmente passou muito tempo na prisão e há anos não vê uma mulher, por isso te beijou a nuca. Se ele quiser sexo não resista, não reclama e apenas faça o que ele mandar, dê prazer a ele para que ele se satisfaça e vá embora nos deixando vivos. Esse cara deve ser perigoso, se ele se zangar, nos mata...Seja forte, amor, eu te amo!!!...

A mulher responde:

- Estou feliz que você pense assim. Com certeza ele não vê uma mulher há anos, mas ele não estava beijando minha nuca, estava cochichando em meu ouvido. Ele me falou que te achou muito sexy e gostoso e perguntou se temos vaselina no banheiro. Seja forte, amor. Eu também te amo...!!!

MORAL: No dos outros é refresco.

Por email, da Jussara.

19 abril 2010

Gauchada...tchê!

O gauchão entra no boteco, lá no Itaqui, e vê os preços num cartaz:

Canha_____________________________________ R$ 1,00

Cerveja____________________________________ R$ 2,50

Pastel_____________________________________ R$ 2,00

Sanduíche de galinha___________________________R$ 3,00

Massagem no órgão sexual_______________________ R$ 15,00

Checando a carteira para não passar vergonha, ele vai até o balcão e chama uma das três gurias que ali estão servindo:

- Ô guria, com licença...

- Sim? - responde ela com um sorriso lindo - Em que posso servir?

- É tu que massageia os órgão sexual dos freguês?

- Sou eu mesma...responde ela, com voz caliente e um olhar bem
sensual...

- Então, tu lava bem as mão e me serve um pastel!!! Nós, do Itaqui, semo grosso mas temo higiene!


Por email da Mari.


Post Scriptum:


GAUDÊNCIO, gaúcho guapo , e sua mulher estavam na estrada viajando. A mulher de repente vira-se e diz:

- Eu quero o divórcio. Estou tendo um caso com seu melhor amigo, ele é muito melhor na cama, e resolvi largar você e ficar definitivamente com ele.

GAUDÊNCIO ficou branco, ajeitou a camiseta do DESAFIO DE TROVADORES, já meio surrada, furada embaixo do braço e não disse nada, mas começa a acelerar o carro até os 80 Km/h.

A mulher continua:
- E eu quero ficar com a fazenda, com a guarda das crianças e os cartões de crédito.

GAUDÊNCIO continua calado e acelera até 90 Km/h.

Ela continua:
- E quero também o barco, a casa de campo e as jóias…

Ele chega a 100 Km/h ainda sem dizer nada.

Ela vai em frente e diz:
- O título do clube, o dinheiro dos investimentos e o carro também.

110 km/h, 120 km/h… Como ele ainda não fala nada ela pergunta:

- E você? Não vai dizer nada?

GAUDÊNCIO, triste, humilhado, o gaúcho guapo, finalmente responde enquanto o carro vai chegando perto dos 130 km/h:

- Não, não quero nada. Tenho tudo que eu preciso… E o que eu tenho, você NÃO tem e nunca terá.

Ela dá uma risadinha, debochada, olha pra ele e pergunta:

- É mesmo? E o que é que você tem?

GAUDÊNCIO dá um sorriso, aponta o carro para uma árvore e responde:

- Airbag!


Surrupiada descaradamente do Parente do Sur.