06 junho 2009

Something.




Alguma coisa no jeito que ela se move
Me atrai como nenhuma outra
Alguma coisa no jeito, que ela me fascina

Eu não quero deixá-la agora
Você sabe, eu acredito, e como

Algum lugar no sorriso dela, (ela sabe)
que eu não preciso de outra
Alguma coisa na maneira dela que me mostra

Eu não quero deixá-la agora
Você sabe, eu acredito, e como

Você está me perguntando como meu amor cresce?
Eu não sei, eu não sei
Você fica por perto agora, pode mostrar
Eu não sei, eu não sei

Alguma coisa no jeito dela, (ela sabe)
e tudo o que eu tenho que fazer é pensar nela
Algo nas coisas que ela me mostra

Eu não quero deixá-la agora
Você sabe, eu acredito, e como.

04 junho 2009

Que pena, gafanhoto!!

David Carradine é encontrado morto em hotel.

Aos 72 anos, o ator David Carradine, conhecido por interpretar Bill no filme "Kill Bill", de Quentin Tarantino, foi encontrado morto na capital da Tailândia, Bangcoc, nesta quinta-feira (4).

Segundo Chuck Binder, agente do ator, Carradine estava na cidade para filmar cenas de seu próximo filme "Strech". Binder afirmou que a notícia de sua morte é "chocante": "Ele era cheio de vida, sempre queria trabalhar... uma grande pessoa".

O porta-voz da embaixada americana no país, Michael Turner, informou que Carradine teria morrido entre a última terça-feira e quarta-feira (3).

Fontes policiais do jornal "The Nation" afirmaram que o ator foi encontrado enforcado em seu quarto de hotel, o que leva a crer que ele tenha cometido suicídio.

Carradine ficou famoso nos Estados Unidos por interpretar o herói da série de televisão "Kung Fu".

Fonte Msn.

Não valeu o sacrifício...

Eu sou...

"Você pensa em mim toda hora
Me come, me cospe, me deixa
Talvez você não entenda
Mas hoje eu vou lhe mostrar:

...

(Você me tem todo dia
Mas não sabe se é bom ou ruim
Mas saiba que eu estou em você
Mas você não está em mim)

...

Eu sou a luz das estrelas
Eu sou a cor do luar
Eu sou as coisas da vida
Eu sou o medo de amar..."
...
Eu sou...o início, o fim e o meio.

02 junho 2009

Foi ontem. Há 42 anos.

(Lembrado pela Jana.)


Quando eu ficar mais velho, perdendo meus cabelos
Muitos anos adiante
Você ainda irá me mandar presentes no dia dos namorados
Saudações no aniversário, garrafa de vinho?
Se eu estiver fora até quinze pras três
Irá trancar a porta?
Você ainda irá precisar de mim, ainda irá me alimentar
Quando eu estiver com sessenta e quatro?

Você estará mais velha também
E se você disser a palavra
Eu poderia ficar com você

Eu posso ser útil, consertando um fusível
Quando suas luzes apagarem
Você poderia me tricotar um suéter perto da lareira
Nas manhãs de domingo iremos dar uma volta
Fazendo o jardim, cavando a erva daninha
Quem poderia pedir por mais?
Você ainda irá precisar de mim, ainda irá me alimentar
Quando eu estiver com sessenta e quatro?

Todo verão poderiamos alugar uma cabana
Na Ilha de Wight, se não for caro demais querida
Iríamos pechinchar e economizar
Netos no joelho
Vera, Chuck & Dave

Mande-me um cartão postal, me manda um telegrama
Informando o ponto de vista
Indique precisamente o que quer dizer
Estás, sinceramente, se desperdiçando
Me dê uma resposta, preenche um formulário
Minha para todo o sempre
Você ainda irá precisar de mim, ainda irá me alimentar
Quando eu estiver com sessenta e quatro?

01 junho 2009

Susan Boyle.

...e não é que ela perdeu?
Mas ganhou, não acham?




Susan Boyle é internada em clínica psiquiátrica por estresse
Segundo mídia britânica, escocesa que se tornou celebridade mundial estaria com exaustão

LONDRES - A escocesa Susan Boyle, que no sábado perdeu a final do programa de calouros Britain's Got Talent, foi internada no domingo, 31, em uma clínica psiquiátrica em Londres. Segundo a imprensa britânica, ela foi internada na clínica Priory com exaustão. A Priory é famosa por tratar celebridades dependentes de drogas ou com crises de depressão.

Segundo um comunicado dos produtores, "após o programa do sábado, Susan está exausta e exaurida emocionalmente". No domingo, os produtores do programa também haviam revelado que ela se isolaria por um tempo, seguindo orientação médica. "Ela foi examinada pelo seu médico particular, que apoia sua decisão de tomar alguns dias para descansar e se recuperar. Nós oferecemos nosso apoio e desejamos a ela uma recuperação rápida", afirma o comunicado.

Em seu último post no blog do programa, o jurado Piers Morgan comentou que Boyle havia confessado a ele que passou a semana que antecedeu a final chorando, vomitando, com insônia e sentindo a pressão". "O Britain's Got Talent foi uma montanha russa para ela", afirmou.

Celebridade mundial

A escocesa desempregada de 48 anos se tornou celebridade mundial após aparecer no programa de calouros há menos de dois meses. Os vídeos com sua apresentação foram vistos mais de 100 milhões de vezes no YouTube. Apesar do favoritismo na final do programa, no último sábado, Susan Boyle ficou em segundo lugar, atrás do grupo de dança Diversity, que levou o prêmio de 100 mil libras (cerca de R$ 320 mil).

A final do programa atingiu a maior audiência da televisão britânica em cinco anos. Segundo a empresa ITV, que transmite o show, cerca de 19 milhões de espectadores assistiram ao programa. Segundo Piers Morgan, Susan Boyle não tem culpa por ter se tornado um fenômeno mundial. "A culpa é nossa - do público e da mídia", disse o jurado.

Sobre a derrota da cantora no programa, Morgan afirmou que o "segundo lugar pode ter sido a melhor coisa que aconteceu com ela". Segundo ele, Boyle terá mais tempo para gravar um bom álbum, sem as pressões e a atenção que teria recebido caso tivesse sido a vencedora do programa. "Ela nunca sonhou em ganhar um show de talentos, mas em ter uma carreira profissional como cantora. E isso ela terá", disse.

O agente de relações públicas britânico Max Clifford, que tem várias celebridades como cliente, disse que a situação de Boyle é "triste". "Eu estava na final do programa e parecia que ela estava aproveitando, mas que não fazia parte daquilo, como se fosse de outro planeta e estivesse tentando ficar o mais próxima possível do que estava acontecendo", afirmou.