16 janeiro 2009

O Estranho Caso de Benjamin Button.

Duvido que alguém já não se perguntou um dia como seria se nascêssemos com 80 anos e retrocedêssemos no tempo até a volta triunfal para o útero quentinho e protetor da mãe. Este filme mostra algo parecido.
Brad Pitt detona, no papel.


(Você gostaria que fosse assim? Eu não! Pra mim tá bom do jeito que tá)

5 comentários:

Anônimo disse...

Sempre imaginei a vida sendo vivida de trás pra frente...
Mas ela só pode ser vivida olhando para frente [como diz o filme]

bom final de semana
beijos

Anônimo disse...

Claro que esse filme já está na minha agenda.
Já vi o trailler no cinema e ele me lembra aquele post que fiz, quando o Woody Allen escreveu sobre o que seria se nascessemos com 80 anos e fossemos rejuvenescendo.
A matéria sobre o filme, na Época, dessa semana, também está fantástica.
Quem sabe não vamos juntos?
Bjo.

Anônimo disse...

Sinceramente, eu gostaria que fosse assim. Outro dia mesmo eu pensava nisso... Queria terminar meus dias no útero da minha mãe.

Beijo. Fica com Deus.

Anônimo disse...

Em tempo: Acabei de chegar do Shopping Oi, e adivinha? Comprei 6 DVDs para ver nesse findi.
Entre eles, o Benjamin Button.
Tá, confesso: não resisti.
Bjo.

Anônimo disse...

eu adoraria terminar a vida pelo começo: um enorme orgasmo...

pense que divertido a gente ir deixando pra trás manias, doenças, amarguras, picuinhas, contas a pagar, responsabilidades e "crescer" brincando... putz!!! maravilhoso...

beijooooooo