08 agosto 2008

A solução de problemas recentes.

Bicicleta coletiva leva bar pelas ruas de Londres

Ficou mais fácil beber no trânsito na Inglaterra, desde que você esteja em uma bicicleta coletiva que carrega um bar a bordo e circula pelas ruas da cidade – o Pubcrawler, ou "rastejador de pubs" em tradução livre.

A bicicleta tem capacidade para até 12 passageiros (dez deles pedalando) e pode ser alugada por hora para festas de aniversário, despedidas de solteiro ou até eventos de empresas que queiram promover o “trabalho em equipe”, como contou à BBC Brasil o proprietário, Luke Roberson.

Os passageiros são recebidos com um brinde de champanhe e podem visitar vários bares e pubs durante sua “pedalada”, mas Roberson avisa: “não aceitamos passageiros bêbados”.

Eles se sentam em bancos ao redor do balcão, com um barman no centro, enquanto pedalam pelas ruas da cidade.

Já houve casos em que os passageiros que se embriagaram durante o trajeto foram “expulsos” da bicicleta, ou levados para dentro da área do bar, protegida por um balcão, “para que nós ficássemos de olho”.

O bar também serve alguns drinques entre as visitas de um pub a outro e pode até abrigar uma "banda musical" com duas pessoas.

O primeiro pubcrawler entrou em circulação em dezembro de 2006, mas desde abril deste ano a empresa conta com outra bicicleta, “mais moderna e minimalista”, nas palavras de Roberson.

Uma terceira bicicleta já está encomendada. Segundo o proprietário, não é preciso muito esforço para pedalar a bicicleta no plano, e os passageiros dizem adorar a experiência.

Ele teve a idéia quando viu uma dessas bicicletas na Lituânia, mas afirma ter adaptado seu desenho para o século 21. A velocidade máxima da bicicleta é de cerca de 8 km por hora.

O preço do aluguel custa 180 libras (cerca de R$ 555) na primeira hora, e depois cai para 130 libras (cerca de R$ 400) por hora seguinte.


Li Aqui.

Christian D. Larson.

(Escrito há 100 anos atrás)
Credo dos Otimistas


Eu prometo a mim mesmo

Ser tão forte que nada poderá atrapalhar minha paz de espírito.

Falar apenas de saúde, felicidade, e prosperidade para cada pessoa que eu encontrar.

Fazer todos os meus amigos sentirem que há algo de valor dentro deles.

Ver o lado positivo de tudo e fazer meu otimismo se tornar real.

Pensar apenas sobre o melhor, trabalhar apenas para o melhor e esperar apenas o melhor.

Ser tão entusiasmado com o sucesso dos outros quanto eu sou para o meu próprio sucesso.

Esquecer os enganos do passado e me concentrar apenas nas maiores realizações do futuro.

Vestir uma expressão de alegria todo o tempo e sorrir para toda criatura viva que eu encontrar.

Direcionar todo meu tempo para me melhorar de maneira a não sobrar tempo para criticar os outros.

Ser grande demais para preocupar-se, nobre demais para ter raiva, forte demais para ter medo, e feliz demais para permitir a presença de problemas.

Pensar o melhor de mim mesmo, e anunciar isso ao mundo, não em palavras ruidosas, mas sim em grandes ações.

Viver na fé de que o mundo inteiro está do meu lado, à medida em que sou sincero e verdadeiro quanto àquilo que há de melhor em mim.

Assim seja!

05 agosto 2008

São tantas emoções.

Ao passar defronte a escola em que fiz o ensino fundamental (dia destes), senti saudade do tempo em que eu era feliz e não sabia (normalmente é assim pra todos, né). Curioso, entrei pra dar uma olhadinha e, com surpresa, vi postado em local de destaque fotos dos professores e primeiros formandos da escola. Procurei, me achei, emocionei.



(Sinto muito, fotos com celular. Mas pros mais ceguinhos, eu era bonitinho sim).