27 outubro 2008

Blogagem coletiva.


Entre tantas porcarias e besteiras que aqui exponho, quase que diariamente, eis que surge uma oportunidade de redenção, já exibida pelo Oscar e pela Carol. Idéia fácil: escolher uma poesia e comentar algo sobre o autor. De imediato pensei em meu poeta predileto, sobre o qual não se precisa dizer muito, já que fêz a cabeça de milhões de pessoas. Então, vamos lá:

Parte I

"...Let me tell you now
Ev'rybody's talking about
Revolution, evolution, masturbation,
flagellation, regulation, integrations,
meditations, United Nations,
Congratulations.

All we are saying is give peace a chance
All we are saying is give peace a chance..."

Parte II

"Imagine não haver o paraiso
É fácil se você tentar
Nem inferno abaixo de nós
Acima de nós, só o céu

Imagine todas as pessoas
Vivendo por hoje

Imagine que não há nenhum país
Não é difícil imaginar
Nenhum motivo para matar ou morrer
E nem religião, também

Imagine todas as pessoas
Vivendo a vida em paz

Você pode dizer que eu sou um sonhador
Mas eu não sou o único
Espero que um dia você junte-se a nós
E o mundo viverá como um só

Imagine que não há propriedades
Eu me pergunto se você pode
Sem a necessidade de ganância ou fome
Uma irmandade dos homens

Imagine todas as pessoas
Partilhando todo o mundo

Você pode dizer que eu sou um sonhador
Mas eu não sou o único
Espero que um dia você junte-se a nós
E o mundo será como um só."



Viram? Não preciso nem dizer quem é.

3 comentários:

Carla disse...

Estas são palavras que nunca sairão de moda, né?
Só não participei por falta de tempo.
Bjo.

Márcia(clarinha) disse...

Muito boa sua postagem.
Mandou bem!!
Inesquecível JL
beijos

Carol disse...

opa! adorei a escolha de poeta e de poesias!
bjs!