03 agosto 2007

Assim, vou acabar me amando perdidamente.

Recebi outro prêmio.


To seriamente desconfiado que alguém gosta mesmo de meu blog. Imaginem que, além da visita da Elza, do blog Nada pra Mim, criadora do prêmio, ainda fui lembrado pela queridíssima Carol. (Assim vou acabar pensando que agrado mesmo).

Tem um regulamento que deve ser seguido:

Regras do prêmio blog 5 estrelas

1. Podem participar na votação todos os bloggers que mantenham blogs ativos há mais de um mês.

2. Cada blogger deverá referenciar cinco nomes de blogs. A cada menção corresponde um (1) voto.

3. Cada blogger só poderá votar uma vez, e deverá publicar as suas menções no seu blog, enviando-as posteriormente para o seguinte e-mail: elzinhalinda@gmail.com.
No e-mail, além da sua escolha, deverão indicar o link para o post onde postaram as nomeações. A data limite para a publicação e envio das votações é dia: 27/08/2007.

4. De forma a reduzir alguns constrangimentos, e evitar algumas cortesias desnecessárias, também são considerados votos nulos:
- Os votos dos blogger(s) em si próprio(s) ou no(s) blogue(s) em que participa(m);
- Os votos no blog
Nada pra mim.

5. Cada blog que for indicado ou indicar, deve conter de onde veio a origem do concurso, ou seja, deverão manter um link para este blog afim de que outras pessoas possam conhecer a idealizadora da idéia.

No dia 31.8.2007 serão anunciados os vencedores.



Como tenho que escolher cinco só (com dor no coração, já que todos aí do lado são, pra mim, 10 estrelas), lá vai:

Ventania.
Rosana Hermann.
'madeo.
Lino Resende.
Leonardo.

A Cerca


Era uma vez um menino com temperamento muito forte. Seu pai deu-lhe um saco de pregos, dizendo-lhe que cada vez que ele ficasse furioso (bravo) pregasse um prego na cerca do fundo da casa.

No primeiro dia o garoto pregou 37 pregos, mas gradualmente ele foi se acalmando. Descobriu que era mais fácil "segurar" seu temperamento do que pregar os pregos na cerca.

Finalmente chegou o dia em que o garoto não se enfureceu nenhuma vez. Contou ao pai o que havia sucedido e o pai sugeriu-lhe que, de agora em diante por cada dia que conseguisse segurar seu temperamento retirasse um dos 37 pregos.

Passou-se o tempo e o garoto finalmente pode dizer ao pai que tinha retirado todos os pregos.

O pai tomou o filho pela mão e levou-o até a cerca dizendo:

"- Você fez muito bem meu filho, mas a cerca nunca mais será a mesma. Quando você diz coisas quando está furioso, elas deixam uma cicatriz, assim como as marcas da cerca. Você pode fincar e retirar uma faca em um homem. Não importa quantas vezes você possa dizer 'desculpe', a ferida mesmo assim permanecerá. Uma ferida verbal é tão ruim, tão maligna, quanto uma ferida física.
Amigos são uma jóia muito rara. Eles fazem você sorrir e estimulam você a ter sucesso. Eles emprestam um ouvido amigo, repartem uma palavra de elogio, eles querem sempre abrir seus corações para nós."



Por email, da Dievoly.

02 agosto 2007

APAGÃO DA INTERNET?

Leia em:

Cocadaboa.

CAIXA PRETA DO AIRBUS 3054 DA TAM.

Leia os principais trechos da transcrição dos diálogos dos pilotos do Airbus 3054 da TAM.
(01/08 - 12:57, atualizada às 15:44 01/08 - Redação com Agência Estado).


A CPI do Apagão Aéreo, na Câmara, divulgou nesta quarta-feira a transcrição dos diálogos dos pilotos no momento do acidente da TAM.

A degravação foi feita a partir dos últimos 12 minutos antes da colisão, quando foi feito o primeiro contato com a torre de vôo. Os diálogos mostram os pilotos verificando a velocidade do avião.

Às 18h43, o comandante do Airbus avisa que o avião opera apenas com um reverso. "Lembre-se, nós só temos um reverso", alerta ao co-piloto, que responde, "sim, nós só temos o esquerdo". Os minutos finais da gravação mostram que o piloto tentou desacelerar a aeronave. "Desacelera, desacelera". Leia, abaixo, os principais trechos da transcrição.

18h18m24 - Piloto fala e em seguida se ouve um barulho. O microfone da cabine grava o pedido pela abertura de porta.

Piloto: Está ok, tudo certo?

Comissário pergunta se está tudo certo na cabine e onde o avião está pousando.

Piloto: Congonhas (...) Lembre-se, nós só temos um reverso.

Co-piloto: Sim, nós só temos o esquerdo. Checado piloto automático. Flaps. Velocidade checada.

Piloto: Ok. Vamos interceptar o localizador TAM 3054.

Torre: Boa noite. TAM 3054, reduza a velocidade para aproximação.

Co-piloto: Flaps. Velocidade checada.

Piloto: Aqui é TAM 3054.

Torre: TAM 3054, reduza a velocidade mínima para aproximação. Vou reportar quando estiver claro, OK? Autorizado.

Piloto: Boa noite, reduzindo para o mínimo possível.

(som do trem de pouso descendo)

Co-piloto: Flaps. Velocidade checada.

(...)

Co-piloto: Velocidade verificada. Flaps a total. Checagem final em espera.

(Avião voa a 6 mil pés)

(Som do pára-brisa funcionando e da chuva)

Piloto: Cabine está preparando para pousar. Equipe de cabine avisada. Auto-trust (sistema automático de potência). Aterrissando (...)

Co-piloto: Monitor da aeronave de checagem centralizada. Checando o status da memória. Aterrisando (...) Ok...

Piloto: Ok.

Co-piloto: O quê?

Piloto: Ok...

Co-piloto: Sistema completo.

Piloto: A pista de chegada à vista. Pousando.

Co-piloto: Pergunte à torre sobre a condição da pista e se a pista está segura.

Piloto: TAM, poderia confirmar condições? Pista está molhada. Está escorregadia? Reportarei que a 3054 está liberada. Aeronave está começando a partir a decolagem.

Torre: Molhado e escorregadio.

Piloto: Aeronave está começando a correr.

Torre: TAM 3054, (...) autorizado para pousar. A pista está molhada e escorregadia.

Piloto: Checado 3054. O pouso está liberado?

Torre: Está liberado.

(som do piloto automático desconectando)

Piloto: Inibir o som para mim, por favor.

(Som de três cliques indicando reversão para o modo de aproximação de vôo manual)

Piloto: Iniba a descida para mim.

Co-piloto: Inibido.

Alerta da cabine: Reduza

(som do acelerador e do aumento do barulho do motor, seguido por forte barulho do toque da aeronave na pista)

Piloto: Reverso nº 1 apenas. Spoilers nada

Co-piloto: Olha isso! Desacelera, desacelera, desacelera!

Piloto: Não consigo! Não consigo!

Piloto: Meu deus... Meu deus.

Co-piloto: Acelera! Vira, vira, vira. Pára... Vira, vira...

(Som de barulho de batida)

(voz masculina: Ah, não!)

(Pausa nos barulhos de batida)

(Gritos)

(Som de batida)

(Fim do som de batida).




(Li aqui).

01 agosto 2007

Comédia mineira.

Num certo dia, um empresário viajava pelo interior. Ao ver um peão tocando umas vacas, parou para lhe fazer algumas perguntas:

- Você poderia me passar umas informações?
- Craro, sô!
- As vacas dão muito leite?
- Quar que o senhor qué sabe: as maiáda ou as marrão?
- Pode ser as malhadas.
- Dá uns 12 litro por dia!
- E as marrons?
- Tumbém uns 12 litro por dia!

O empresário pensou um pouco e logo tornou a perguntar:

- Elas comem o que?
- Quar? As maiáda ou as marrão?
- Sei lá, pode ser as marrons!
- As marrão come pasto e sar.
- Hum! E as malhadas?
- Tumbém come pasto e sar!

O empresário, sem conseguir esconder a irritação:

- Escuta aqui, meu amigo! Por que toda vez que eu te pergunto alguma coisa sobre as vacas você me diz se quero saber das malhadas ou das marrons, sendo que é tudo a mesma resposta?

E o matuto responde:
- É que as maiáda são minha!
- E as marrons?
- Tumbém! Uai!
----------XXXXXXXXXX----------


O minerin vai a uma estação ferroviária para comprar um bilhete.
- Quero uma passagem para o Esbui. - solicita ao atendente.
- Não entendi; o senhor pode repetir?
- Quero uma passagem para o Esbui!
- Sinto muito, senhor, não temos passagem para o Esbui.
Aborrecido, o caipira se afasta do guichê, se aproxima do amigo que o estava aguardando e lamenta:
- Olha Esbui, o homem falou que prá ocê não tem passagem não!


Por email da Diévoly

31 julho 2007

Ideal para o momento.

Após 'ouvir' poraí reclamações sobre a culpa deste ou daquele, sobre este ou aquele problema, seja ele governamental, social ou coisa e tal, sou obrigado a lembrar que a vida é bela e que tudo o que nos acontece é culpa total e exclusivamente nossa mesmo.
Se você não fizer, ninguém fará por você.

Image Hosted by ImageShack.us
(Literalmente com merda na cabeça)


ENTÃO...RELAXA E GOZA, JÁ QUE NO FIM...



...TUDO VIRA BOSTA.

O ovo frito, o caviar e o cozido
A buchada e o cabrito
O cinzento e o colorido
A ditadura e o oprimido
Prometido e não cumprido
E o programa do partido
Tudo vira bosta

O vinho branco, a cachaça, o chopp escuro
O herói e o dedo-duro
O grafite lá no muro
Seu cartão e seu seguro
Quem cobrou ou pagou juro
Meu passado e meu futuro
Tudo vira bosta

Um dia depois não me vire as costas
Salvemos nós dois tudo vira bosta

Filé “minhão”, “champinhão”
Don “perrinhão”, salsichão, arroz, feijão
Muçulmano e cristão
A mercedez e o fuscão
A patroa do patrão
Meu salário e meu tesão
Tudo vira bosta

O pão-de-ló, brevidade da vovó
O foundue, o mocotó
Pavarotti e xororó
Minha eguinha pocotó
Ninguém vai escapar do pó
Sua boca e seu loló
Tudo vira bosta

Um dia depois não me vire as costas
Salvemos nós dois tudo vira bosta

A rabada, o tutu o frango assado
O jiló e o quiabo
A prostituta e o deputado
A virtude e o pecado
Esse governo e o passado
Vai você que eu tô cansado
Tudo vira bosta

Um dia depois não me vire as costas
Salvemos nós dois tudo vira bosta

(Moacyr Franco)