08 março 2007

Eu também não gosto, mas...

Meu Deus!! É um tremendo exercício de memória lembrar de beijos dados ou não, ao longo de minha longa vida! Mesmo porque sempre fui na boa, os que tentei, dei. Como alguns sempre nos marcam de alguma forma mais profunda, lá vai.
[Tarefa dada deve ser cumprida (Né,
Carol? GRRRRR). Vou tentar, então, resumindo].


1 – Eu tinha oito ou nove anos (essa eu JAMAIS vou esquecer), papai e mamãe tiveram um breve desentendimento e me enviaram pro sítio de meus padrinhos até solução do problema doméstico. Lá, entre hortas e vacas, eu me perdia em brincadeiras infantis. Achara um termômetro inteiro e me divertia mergulhando-o (pra ver o mercúrio mover-se) naqueles tonéis de ferro que reservavam água para irrigação quando, escapando de minha mão, foi ao fundo. O que fazer? Não tive muita dúvida, apesar de ser praticamente da altura do tonel, tirei toda minha roupa, escalei o dito e mergulhei apalpando até achar o termômetro. Retornei e aguardava que me secasse para vestir a roupa novamente quando a empregada de minha madrinha veio me chamar para o almoço. Ela devia ter uns quatorze anos. Ao me ver naquele estado ameaçou de contar tudo pros meus padrinhos. (Comecei aí a aprender a artimanha feminina). Enfim, foi minha iniciação sexual, até com beijo na boca. Vale?

2 – Eu devia ter uns 18. Ela era amiga de minha irmã do meio. Bárbara, esse o nome. Loirinha muito da gostosinha, diga-se. Eu trabalhava próximo de minha casa e ia almoçar lá. Um dia, ao chegar, eu a vi sentada só, na sala, aguardando que minha irmã se trocasse para saírem. Arqueei sobrancelhas em cumprimento (Sempre fiz isso. Hábito). Almocei, troquei um papo com minha mãe, escovei os dentes e ao sair vi-a ainda só, lendo. Não tive dúvida, voltei da porta e lhe roubei um beijo, sem trocar palavra. Ficou nisso apenas. Sempre que nos encontrávamos, trocávamos olhar cúmplice. Vale?

3 – 26 anos. (Eu havia parado de beber, fumar e etc. Caretão que só). Ela namorava um de meus amigos. Sempre que estávamos juntos, nas baladas, sentia que ela me olhava de modo diferente. Casa lotada, todos já meio altos (exceto eu) e ela me chama pra dançar, olho pro meu amigo pedindo aprovação, acho que recebo e vou. Lá no meio, em meio à “...You Are My Special Angel” do Lettermen (Quer clima melhor?), aconteceu. (Algum tempo depois da separação deles, contei ao amigo). Vale?

Esperando ter atendido tão gentil convite...

Sacan...digo, convoco
Peixe, Cacá, Cinderella, Fabiana, 'madeo pra seqüência (Paz e amor).
UP DATE: Aos que me elogiaram por ter parado de fumar, beber e etc. aos 26 anos, informo que voltei ao cigarro e a cervejinha aos 31. Bichinho burrinho, né?

07 março 2007

8 de Março. Amor. Mulher. Vida. Eterna.




MULHER

Você começou a ser afortunado
Você começou a ter sorte agora
Eu estava apenas sentada aqui
Pensando no bem e no mal
Mas eu pareço uma mulher
Que se ergueu muito tarde

Eles tentaram me eliminar
Mas não podem tirar meu passado
Para salvar minhas crianças
Eu passaria fome
Eu tenho toda a Etiópia
Dentro de mim

E meu sangue flui
Por todos os homens
Nessa terra sem Deus
Eles se entregam a mim
Eu chorei tantas lagrimas, até um cego pode ver

Este é um mundo de mulheres.
Este é meu mundo
Este é um mundo de mulheres.
Para estes homens, garota
Não há mulher neste mundo
Nem mulher ou garotinha
Que possa entregar seu amor
Em um mundo de homens

Eu nasci e cresci
Eu me limpei e me alimentei
E por causa de minhas curas
Fui chamada de bruxa
Fui jogada no fogo
E chamada de mentirosa
Eu morri tantas vezes
Estou apenas voltando a vida

E meu sangue flui
Por todos os homens
Nessa terra sem Deus
Eles se entregam a mim
Eu chorei tantas lagrimas, até um cego pode ver

(By Neneh Cherry)

[Tradução by Terra (literal)]

Cão doidão.

06 março 2007

PARABÉNS LUIZ ROMANIELLO.

Hoje é aniversário do Luizinho Romaniello, filho de minha fruta predileta, lógo, não posso deixar de cumprimentá-lo, principalmente por sair de um número tão comprometedor (24).




(O vocalista, neste clip, Bon Scott, morreu em 1980, afogado no próprio vômito, durante um coma alcoólico.
Pra mim, ele e
Angus Young eram os melhores da banda).




PARABÉNS LUIZINHO.






UP DATE DIDÁTICO: PRO LUIZINHO FAZER ESCOLA:

04 março 2007

Olha ele aí.


Ja comentei dele pelos lugares em que passei.
Neste sábado eu o encontrei novamente andando pelo centro da cidade.
Gosto dele, papo inteligente, boa cabeça.
Disse que tem mais algumas tatuagens e piercings pelo restante do corpo.
Não quis nada por essa foto, mas ele tomou uma cervejinha com a gente.

Lembra, nêga?

Propaganda para "incentivo do Turismo Sexual".



(E alguns hipócritas ainda tentam "tapar o sol com a peneira", né?)