12 agosto 2006

Beijinhos do Lulinha.

Image Hosted by ImageShack.us

FELIZ DIA DOS PAIS

Elas & Nós.



AMIZADE FEMININA

Duas mulheres se encontram na rua, uma delas saindo do cabeleireiro:

Mulher 1: "Olá, querida!!! Você cortou o cabelo?"

Mulher 2: "Cortei amor! Você não imagina com quem...O Edson, aquele mago da tesoura. O que você achou?"

Mulher 1: "Maaaraaaviiilhooosooo. Ficou 10 anos mais moça. Essas mechas, que bárbaro! Vou mandar fazer igualzinho. Foram luzes?"

Mulher 2: "Não menina, é uma técnica nova de clareamento que ele trouxe da Itália. Imagina que ....."

(Meia hora de blá, blá, blá depois...)

Mulher 1: "Então tá bom querida. Corre pra casa que teu marido vai morrer de orgulho da esposa que tem."

Mulher 2: "Ái amiga, te adoro! Beijinhos!"

Mulher 1 sai pensando: "Como essa perua ficou ridícula. Será que ela não se enxerga? Não sei como aquele gato do marido dela continua casado com ela. Se der mole eu agarro ele."

Mulher 2 sai pensando: "Essa galinha deve estar morrendo de inveja do meu visual. Ainda quer fazer igual, vê se pode!...com aquele cabelo sarará
dela... Nem com implante!"

AMIZADE MASCULINA

Homem 1: "Opa! E aí rapaz? Tava cortando o cabelo é? hehehe"

Homem 2: "Tava sim...por que?"

Homem 1: "Que merda de corte, hein? Tu tá parecendo um viado. Quem foi que fez isso, fala ai que é pra eu nunca ir lá"

Homem 2: "É... mas a tua mãe gostou."

Homem 1: "Falou então!... Ah, manda um beijo praquela gostosa da tua irmã, viu?."

Homem 2: "Vai se fuder, seu corno! Até mais!"

Homem 1 sai pensando: "Esse cara... Gente finíssima!"

Homem 2 sai pensando: "Adoro esse cara... muito gente boa"

11 agosto 2006

Então...



FELIZ DIA DOS PAIS.

Minha irmã tbm...minha irmã tbm...(alguém lembra?)

Não basta ser mãe, tem que participar

Duas, pra gente esquecer de eleições, tá?

Efeito 'co-laterais'.

O carinha aparece na farmácia e pede:
- Meu, me vê aí uma caixa de Viagra.
- Uma caixa? Cê vai viajar?
- Muito melhor do que isso! Hoje vou realizar minha fantasia erótica e vou transar com três garotas ao mesmo tempo, eh...eh...eh...!
O carinha pega a caixa de Viagra e sai cantarolando.
No dia seguinte, ele volta na farmácia, acabado, cambaleando de cansado e pede:
- Meu, faz favor: me vê aí algum analgésico, mas daqueles bem bala.
- Ahá! O bicho aí no meio das pernas deve tá até com cãimbra, né, de tanto trepar.
- Que nada! É pros meus braços. As garotas deram o cano.

___________________***************__________________


Cotoco e o mar.

Cotoco era um menino muito, muito, mas muito triste, pois não tinha os dois braços e as duas pernas...Os amigos sempre tentavam levá-lo pra passear e se divertir.
Um dia o pessoal resolveu ir à praia.
- Já sei! Vamos levar o Cotoco - disse alguém...
- É isso! Vamos, Cotoco, a gente vai pra praia e vamos te levar com a gente.
- Não, de jeito nenhum! Vocês não vão se divertir se me levarem...
- O que é isso, Cotoco! A gente reveza e cuida de você.
De tanto insistirem o Cotoco resolveu ir, e chegando lá os amigos o colocaram bem na beirada da água, no rasinho, e lá ele ficou se divertindo.
Mas o pessoal se distraiu e ele foi ficando por lá...
De repente a maré começou a subir, subir e enquanto as ondas iam e vinham ele ia afundando, afundando. Cotoco então começou a se desesperar....
- Socorro !!!!!!!!!!!! Socorro!!!!!!!!!! - Gritava o Cotoco.
Foi aí que um cara, que já tinha tomado todas, o avistou de longe e correu para o resgate.
Heróico, o bêbado pegou Cotoco nos braços e começou a nadar vigorosamente.
E o Cotoco pensou:
- Ufa! Agora estou salvo. . .
O bêbado, porém, estava indo pro lado errado e quando estava com a água na altura do peito, lançou Cotoco violentamente para o fundo da água e gritou:
- Vai, tartaruguinha...vai...

Então...


Apesar da sacanagem da edição, já que meu homônimo corrigiu imediatamente o erro,
não posso deixar de postar.

10 agosto 2006

Nem tanto pau nem tanto pedra.

Lula morreu, e Deus e o Diabo brigam porque nenhum dos dois quer ficar com ele.

Sem acordo, pedem a mediadores uma solução, que decidem por uma proposta obrigatória: que se alterne um mês no céu e outro no inferno.

No 1° mês Lula vai para o céu.

Deus não sabe o que fazer, quase fica louco.

O metalúrgico bagunça tudo. Atrapalha todos os elementos das orações e da liturgia.

Dissolve o sistema de assessoria pessoal dos anjos, tenta formar uma coligação de maioria absoluta na base da compra de votos. Suborna os arcanjos e os querubins. Transfere um km quadrado do céu para o inferno.

Nomeia anjos provisórios aos milhares. Intervém nas comunicacões aos Santos. Troca as placas das portas de São Pedro. Envia um projeto de lei aos apóstolos para reformar os Dez Mandamentos e anistíar Lúcifer.

Funda o PTC Partido dos Trabalhadores Celestiais, com estrela azul clarinho.

O céu vira um caos.

As pessoas não o suportam mais e promovem piquetes e invasões.
Deus não vê a hora de chegar o fim do mês para mandá-lo para o inferno.
Quando Lula finalmente se vai, Deus respira aliviado. Mas lá pelo dia 20, começa a sofrer novamente, pensando que dentro de 10 dias terá que voltar a vê-lo.

No primeiro dia do mês seguinte nada acontece e Lula não volta do Inferno.

No 5° dia, ainda sem notícias, Deus estava feliz, mas logo começou a pensar que, tendo passado mais tempo no inferno, Lula poderia querer passar dois meses seguidos no Paraíso...

Desesperado com a mera possibilidade, Deus decide chamar o inferno por telefone para perguntar ao diabo o que estava acontecendo.

Ring...ring...ring...!!! Atende um diabinho e Deus pergunta:

-Por favor, posso falar com o Demonio?

-Qual dos dois? - responde o diabinho - o vermelho com chifres ou o filho da puta sem dedo?
(Camillaemflor, por email)

Ei, você aí!

A Carol postou e eu sigo a corrente.
Se você tambem quiser se manifestar contra a guerra no Oriente Médio,

acesse aqui.

08 agosto 2006

PAPO SÉRIO (É raro, mas ás vezes eu até consigo).


Com a proximidade das eleições gerais, tenho observado, em minhas visitas, a manifestação de muitos contra a reeleição de Lula(aquele). Problema que é, obviamente, de cada um, se isto não implicasse no status quo de cerca de 165 milhões de pessoas, e se somente para a presidência da República houvesse pleito. Esquecem-se dos cargos minoritários, quando teremos que, mais uma vez escolher se esse ou aquele é o melhor representante de nossa região, estado ou município. Afinal, os mais politizados sabem que é no Congresso Nacional que se decide (ou não) os destinos do país.

Bom, vejo pessoas referindo-se á Lula(aquele) como o cabeça de todos os escândalos que pipocam pelaí. Concordo, até, que pegou muito mal o fato dele ter negado qualquer conhecimento sobre o valerioduto, mas, politicamente falando, não podemos julgá-lo apenas por isso! Quem já percorreu o sertão nordestino sabe que muita coisa, que ele denuncia desde 1989 e prometeu corrigir, foi feita, independente se o dinheiro que o governo central enviou chegou, no todo ou em parte, ao destino, já que, até no seio de ótimas famílias, filhos bem educados pelos zelosos e amorosos pais ingressam no vício e no crime, não é? (Entenderam a metáfora? )

A história nos conta que Jânio Quadros, eleito com a maior votação até então, imbuído de plenos poderes, com um cérebro carregado de experiência política e uma cultura invejável, 6 (seis) meses após eleito caiu fora alegando que “forças ocultas” o obrigaram a tomar aquela atitude. Pergunto: alguém aí que está tendo a paciência de ler tudo isso acredita que possa haver “forças ocultas” que possam controlar de alguma forma um líder com a aprovação da maioria popular? Tenho certeza absoluta que você vai responder: - É claro que tem! To errado? Pois bem. Se estou, paro pra explicar: banqueiros, industriais, fazendeiros, ‘coronéis’ da política, mídia tendenciosa, etc.

Orgulhoso, sou eleitor de Lula(aquele) desde 1990. Imagem à minha semelhança. Cabeça tronco e membros. Sempre fui barbudo e cabeludo, desde baixa no exercito até os meus 35 anos, quando resolvi pela poda completa. Cabelos crespos, era a fachada de “tchê”, pensava como “tchê” e só não agia como “tchê” porque sempre fui pacifista, apesar de ter, naquela época, todos os motivos que a situação política no meu amado Brasil me proporcionavam, seja pra chutar o saco de um milico qualquer, seja pra por bombas em qualquer órgão público. E olha que motivos e incentivos não me faltaram.

Quando estive em Brasília, antes daquela eleição presidencial, após quase vinte anos de ‘engole sapo’, em que eu iria votar pela primeira vez prum presidente, percorri não só a Esplanada como quase todas as cidades satélites. Freqüentei desde o restaurante do Palácio do Itamarati (acreditem, já ranguei lá) até os botecos mais ‘mosca frita’ das satélites ou da famosíssima (naquele tempo, agora não sei) W3.
Sempre quis saber a opinião de todos com quem conversava, sobre os dois candidatos mais destacados, e ouvi opiniões diversas, mas as que mais ouvi foram: Lula(aquele) era um arruaceiro e analfabeto. Collor(ái) era um burguesinho metido e viciado, que, quando mais jovem, vivia fazendo arruaças por Brasília, quando seu pai era senador. Brigas homéricas, quebrando bares e boates, acompanhado de amigos iguais, sempre protegido pelo cargo do papai, ferrando os desafetos que eram até acusados de subversivos.
Com essa última sendo a mais ouvida, decidi meu voto. Preferiria um “arruaceiro analfabeto”, sincero, de boa cabeça e bem intencionado (ele sempre transmitiu isso, convenhamos) a um lobo em pele de cordeiro. Inda mais com o aval indispensável de Abraham Lincoln, autodidata e tremendo homem. Por quê não tentar? Foda-se que ele não falava inglês, francês, norueguês e nem o português direito, afinal, quantos falam?

Quase venceu, não fosse aquele jogo indecente armado dias antes. Daria certo? Quem sabe!

Mais convicto estava ainda em 1994. Decidido já há 4 anos. O insosso FHC ficou lá por oito longos anos. Não fedeu nem cheirou.
E depois...foi o que se viu. 54 milhões de esperança e oração.
Lembro que em 1990 muitas amigas diziam que iriam votar no Collor(ái) ‘porque ele era lindo’, como se beleza pudesse resolver nossos problemas. Hoje não temos nenhum padrão de beleza nos candidatos, se tivéssemos provavelmente venceria já que algumas cabecinhas continuam as mesmas.

Mas o que mais me doeu, em minhas visitas, o que ofendeu (não a mim, mas a 54 milhões de pessoas) foi um comentário num post do meu mais novo (e inteligente) amigo
JUNIOR, em que uma garota se referiu aos eleitores de Lula(aquele) como “Corja”. Jamais tentei fazer a cabeça de alguém, em 1990, contando o que eu ouvira em Brasília, acreditem. Afinal o ‘cara’ podia fazer um tremendo governo e onde eu enfiaria minha tromba? E as coisas praticamente se confirmaram, no curto decorrer daquele fatídico mandato.

E eu, agora, ao lado de 54 milhões de pessoas cheias de esperança e oração, pensando apenas no bem estar de minha adorada nação (Sem demagogia. De verdade mesmo) faço parte de uma “Corja”.

Votei em Lula(aquele) e vou votar em Lula(aquele) DE NOVO. Continuando ele ou não, estarei satisfeito. De onde vocês acham que vem essa imensa maioria declarada de eleitores que o mantém à frente das pesquisas? Provavelmente, cara irmã, daquela “Corja” que, sem você saber, ou pior, participar de alguma forma humana, tem sido atendida pela vontade, talvez até insana, de um ‘analfabeto’ que vem lutando desde antes de você nascer, contra um estado de coisas que não permitiriam que você siquer pensasse em proferir tal palavra, independente de qualquer estabilishment, ofensiva a quem quer que seja.

Lobos em pele de cordeiro. Você vai ver aos montes a partir de agora. Vão entrar em seu lar, falando suavemente ao pedir seu voto de confiança, e com alguma alteração ao se referir ao “líder daquela corja”.

Estarei aqui! É só você me dar a honra de seu comentário me dizendo qual deles é a solução ideal e eu mudo de opinião, juro. Só não vou aceitar se você disser “vote neste porque ele é lindão”, ta combinado? Já que gosto não se discute, o que se discute é o direito de se ter mau gosto.

E não esquece: Principalmente numa eleição democrática seu direito termina quando começa a de outro.

LULA(este).

Genial.

Toda coincidência é semelhança total
(Ou seria o inverso, companheiro?).

Image Hosted by ImageShack.us

BETÃO&RICHARD

Então...

Todo mundo tava reclamando do frio que tava fazendo, lembram? é coisa recente. Pois é...agora tá um calor exagerado que nos obriga a tomar aquela cervejinha bendita do dia à dia quase que ininterruptamente.
Partindo da premissa de que tudo que é exagerado incomoda, explico que:

"Eu só bebo em algumas poucas circunstâncias:-
quando estou feliz; -
quando estou triste;-
quando estou sozinho;-
quando estou acompanhado;-
quando estou sem fome;-
quando estou com fome;

Fora isso, nem toco na bebida.
A não ser que esteja com sede."


...e se você não estiver 'mamado(a)' o suficiente, veja no link abaixo se consegue se manter equilibrado depois de 'algumas'.
[É só clicar em START (ic) e mexer o rato, pra lá (ic) ou pra cá (ic). Balança sem cair, heim!].


Ah, sim! aproveita pra dar um passeio pelo Site,
tem coisas boas por lá.






...E se você quiser continuar a saga da risada louca e desenfreada, dê um pulo no



e divirta-se, tomando um banho delicioso, que só ele pode proporcionar.

07 agosto 2006

Umas rapidinhas, q tenho reunião dia todin...

"Celulites não são apenas celulites, elas querem dizer: Eu sou gostosa, só que em braile!" (By Angel) (Do you remember, apple?)

"Se eu pudesse ser outro homem, eu queria ser Maria Bethânia. Canta pacarái."

"Eu só bebo cerveja da marca AMBEV. Se não tiver, pode ser qualquer outra, nacional ou não."

"Cada macaco no seu porta-malas."

"O conhecimento fala, a sabedoria escuta."

06 agosto 2006

Acrescentando...

...outro dia, aenvenenada publicou alguns silogismos no bloguinho dela e eu, abelhudo, comentei q faltou 'aquela da loira', mas, dando uma analisada mais à fundo, vi q a coisa iria mais longe ainda. Então, com a permissão dela, venho acrescentar mais algumas.

Silogismo I
Deus ajuda à quem cedo madruga,
quem cedo madruga, dorme à tarde,
quem dorme à tarde, não dorme à noite.
Quem não dorme à noite, sai na balada!
Conclusão: Deus ajuda quem sai na balada!

Silogismo II
(Só pra caber o III)
Deus é amor.
O amor é cego.
Steve Wonder é cego.
Lógo, Steve Wonder é Deus.

Silogismo III
Disseram-me que eu sou ninguém.
Ninguém é perfeito.
Lógo, eu sou perfeito.
Mas...só Deus é perfeito.
Portanto, eu sou Deus.
Se Steve Wonder é Deus,
eu sou Steve Wonder!
Meus Deus...eu sou cego!!

Silogismo IV
Quando bebemos, ficamos bêbados.
Quando estamos bêbados, dormimos.
Quando dormimos, não cometemos pecados.
Qdo. não cometemos pecados, vamos para o céu.
Então, vamos beber pra ir pro céu!

Silogismo V
Hoje em dia, os trabalhadores não têm tempo pra nada.
Já os vagabundos, têm todo o tempo do mundo.
Tempo é dinheiro.
Lógo, os vagabundos tem mais dinheiro do que os trabalhadores.

Silogismo VI
Penso, lógo existo.
Loiras burras não pensam, lógo, loiras burras não existem.
Meu amigo diz que não é viado porque namora uma loira inteligente.
Se uma loira inteligente namorasse meu amigo, ela seria burra.
Como loiras burras não existem, meu amigo não namora ninguém.
Lógo, meu amigo é viado mesmo.

Verdade restabelecida.

Achei quatro que se colocaram em seu devido lugar.
Éh nóóóóis!

Clique para entrar!
BucéfalaIdiotildeJujumentaAntânia